Aplicação da metodologia de sala de aula invertida em disciplina do curso de Nutrição: relato de experiência

  • Renata Carvalho de Oliveira IELUSC
Palavras-chave: Aprendizagem, Educação, Gamificação, Metodologia ativa, Práticas pedagógicas

Resumo

As metodologias ativas são estratégias didáticas que buscam romper com as práticas da pedagogia tradicional. Estas metodologias são centradas no aluno, que levam em consideração os conhecimentos prévios destes, mediadas pelos professores e que devem promover a reflexão, bem como a aproximação crítica do aluno com a realidade. Dentre as diferentes metodologias ativas, tem-se a sala de aula invertida, conhecida também como flipped classroom, onde os conteúdos são previamente repassados aos alunos, por meio de lições, leituras prévias, vídeos ou atividades fora do espaço de aprendizagem, para que nos momentos posteriores em sala de aula, estes sejam discutidos e trabalhados coletivamente. Assim, o objetivo do estudo foi relatar a experiência de aplicação da metodologia de sala de aula invertida na disciplina de Higiene e Legislação de Alimentos do curso de Nutrição de uma faculdade privada situada em um município interiorano do estado de Santa Catarina. A motivação para a realização desta experiência veio pelo interesse da professora em trabalhar de forma diferenciada e mais lúdica a principal resolução brasileira sobre higiene de alimentos, visto que, pela experiência pessoal, os alunos tendem a ter dificuldade de construir o conhecimento necessário sobre a temática pelas estratégias didáticas mais tradicionais, como aula expositiva. O plano de aula da atividade foi formulado no início do semestre letivo, tendo o objetivo de conhecer e discutir a Resolução RDC nº 216/2004 da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), contando com uma etapa não presencial e três etapas desenvolvidas durante uma aula, com duração de 2 horas. A etapa não presencial foi a disponibilização da resolução, na plataforma educacional de aprendizagem da disciplina e de um exercício contendo três questões abertas sobre a RDC 216/2004 para que os alunos respondessem e enviassem à professora via plataforma educacional. Na primeira etapa presencial, os alunos poderiam tirar dúvidas sobre a resolução, discutir o conteúdo e receber a devolutiva das questões respondidas. A segunda etapa foi por meio de um jogo em equipes, para solucionar situações reais relacionadas à resolução. A última etapa foi a exibição de um vídeo, editado pela própria professora, para realizar o fechamento da aula e o resumo geral da resolução, possibilitando a discussão sobre as situações visualizadas. A metodologia foi aplicada a um grupo de 44 alunos, a qual conseguiu despertar o interesse da turma em participar da atividade, permitindo a compreensão e aproximação do conteúdo teórico à realidade dos alunos. Sendo assim, a aplicação da metodologia sala de aula invertida na referida disciplina mostrou-se eficiente no alcance dos objetivos do processo ensino-aprendizagem propostos e bastante adequada para o conteúdo da disciplina, podendo ser mantida como parte das estratégias pedagógicas. A maior dificuldade, durante sua aplicação, foi o número de alunos envolvidos na atividade, pois demandou maior empenho da professora em conseguir mantê-los estimulados e envolvidos nas atividades propostas.

Publicado
2019-06-26