Fonoaudiologia inserida em centro de referência em saúde do trabalhador: relato de experiência de docente e discentes.

  • Ana Paula Duca Faculdade Ielusc
  • Geovane Kubiaki Babireski
  • Jaqueline de Souza
  • Juliana Garbino Achoa
  • Laura Guimarães Cuozzo
  • Leilane Carolini da Silva
  • Natalia Cristina Silveira
  • Rosimeire Batista Motta
  • Vanessa Bohn

Resumo

Introdução: O Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (CEREST) é uma unidade especializada de retaguarda técnica para ações de saúde do trabalhador no Sistema Único de Saúde (SUS) e tem como funções, a vigilância nos ambientes de trabalho, articulação com a rede de atenção à saúde, suporte técnico para a investigação dos agravos de notificação compulsória, educação em saúde, atendimento e orientação aos trabalhadores, além de estudos e pesquisas para o desenvolvimento de projetos estratégicos por ramos de atividade.  Amparando-se na política nacional de saúde do trabalhador, o CEREST busca contemplar todos os trabalhadores, priorizando o acompanhamento e promoção à saúde do indivíduo ou grupos, em situações de maior vulnerabilidade, caracterizadas por condições inapropriadas de serviço e exposição a agentes nocivos, sem o monitoramento e proteção adequadas. Deste modo, sua atuação visa diminuir os riscos de acidentes e mortes, melhorar o ambiente de trabalho e promover ações de educação em saúde junto aos trabalhadores. O papel da fonoaudiologia nesse âmbito envolve o processo de interdisciplinaridade, voltado para uma visão integral em saúde do trabalhador. Justificativa: A atuação do Fonoaudiólogo nos campos sociais deve ser iniciada desde a graduação, por isso justifica-se relatar a experiência vivenciada no estágio supervisionado em Audiologia Ocupacional, em um serviço público de referência em Saúde do Trabalhador. Objetivo: Relatar a experiência da inserção do Curso de Fonoaudiologia da Faculdade IELUSC no CEREST da macrorregião de Joinville-SC. Metodologia: Descrição das atividades de docentes e discentes por meio de relato de experiência, da execução do estágio curricular em Audiologia Ocupacional inseridos no CEREST, durante os meses de fevereiro a abril de 2019. Resultados: Durante o estágio, os estudantes participaram de duas diferentes atividades. Na primeira, ocorreu a participação dos estudantes no Programa Saúde na Estrada, com diferentes profissionais dos setores da vigilância em saúde e ambiental, com ações de orientação, sensibilização e conscientização dos caminhoneiros em relação a saúde auditiva, hábitos posturais e atividades físicas. Na segunda atividade, houve o acompanhamento da modificação de um processo de trabalho e foi realizada uma ação educativa com o propósito de melhorar as condições de trabalho e a qualidade de vida dos envolvidos. Verificou-se, neste período, que os processos de trabalho que levam ao adoecimento, apresentam causas das mais variadas e necessitam de estudos aprofundados e diversificados em cada seguimento, principalmente pela Fonoaudiologia. Entretanto, ter conhecimento exclusivo em uma área de atuação pode ser insuficiente para promover saúde integral do trabalhador, por isso a inserção dos estágios em espaços vinculados às políticas públicas auxilia na formação dos futuros profissionais para a compreensão  de sua atuação no cenário da promoção e prevenção da saúde, o desenvolvimento de visão crítica dos processos de trabalho, a compreensão dos mecanismos usados no Brasil para a notificação de doenças e agravos relacionados e, para o registro de más condições ou morte decorrentes dos processos laborais. A inserção do estágio em equipes interdisciplinares contribui para o desenvolvimento de habilidades e competencias necessárias para a formação do fonoaudiólogo na área da saúde do trabalhador.

 

PALAVRAS-CHAVE: Saúde do Trabalhador. Fonoaudiologia. Políticas Públicas. Vigilância em Saúde do Trabalhador. 

 

 

ABSTRACT

The Worker’s Health Reference Center (CEREST) ​​is a specialized technical back-up unit for worker health actions in the Brazil’s Unified Health System - SUS, and its functions include surveillance in work environments, articulation with the health care network health, technical support for the investigation of compulsory notification, education in workers' health, assistance and guidance to workers, as well as studies and research for the development of strategic projects by branch of activity. Based on National Workers' Health Policy, CEREST seeks to include all workers, prioritizing the monitoring and promotion of the individuals and group’s health, in situations of greater vulnerability, where there are complaints of inappropriate service conditions and exposure to harmful agents without proper monitoring and protection. In this way, it aims to reduce the risk of accidents or even deaths, improve the work environment and promote health and education actions with workers. The role of Speech Therapy in this area is part of an interdisciplinary process, aiming an integral vision of worker’s health. Justificative: The Speech-Therapist insertion in the social fields must be started from the undergraduate level, so it is justified to report the experience lived in the supervised stage in Occupational Audiology, in a reference public service in Occupational Health. Objective: To report the experience of the insertion of the Speech Therapy Course at the IELUSC Faculty in Joinville’s CEREST. Methodology: Description of the activities of teachers and students of the bachelor's degree in Speech Therapy, through an experience report, of the implementation of the curricular internship in Occupational Audiology inserted in CEREST, during the months of February to April of 2019. Results: During the internship, students participated in two different activities. In the first one, students participated in the Brazilians heatlh program Programa Saúde na Estrada, with different professionals in the health and environmental surveillance sectors, with orientation and awareness of truck drivers in relation to hearing health, posture habits and physical activities. In the second activity, there was a follow-up of the modification of a work process in a company, in which the purpose was to improve working conditions and the quality of life of those involved. It was verified, in this period, that the work processes that lead to illness, present the most varied causes and require in-depth and diversified studies in each follow-up, mainly by Speech-Language Pathology. However, having exclusive knowledge in an area may be insufficient to promote integral health of the worker, so the insertion of internships in spaces linked to public policies assists in the training of future professionals to understand their role in the scenario of promotion and prevention health, the development of a critical vision of work processes, the understanding of the mechanisms used in Brazil for the notification of diseases and related diseases, and for the recording of poor conditions or death resulting from labor processes. The insertion of the internship in interdisciplinary teams contributes to the development of skills and competencies necessary for the training of speech therapists in the area of ​​worker health.

 

KEY WORDS: Worker's Health. Speech therapy. Public politics. Surveillance in Workers' Health.

 

 

 

Publicado
2019-06-26