Aplicativo para auxílio ao atendimento de ocorrências realizadas pela associação humanitária de busca, salvamento aéreo e resgate (AHBSAR) da cidade de Guaramirim/SC

  • Maicol Peterson Gandolphi de Almeida IELUSC
  • Gustavo Rieper IELUSC
  • Róger Fernando de Oliveira Carvalho IELUSC
  • Thiago de Avila IELUSC
Palavras-chave: Bombeiros. Ficha de atendimento. Aplicativo

Resumo

Introdução: O atendimento de uma ocorrência realizado pelos bombeiros exige perícia e rapidez. Ao dirigir-se para uma ocorrência o bombeiro leva seus equipamentos e uma ficha de atendimento contendo diversos campos para preenchimento, o que aumenta o tempo do atendimento no local da ocorrência. Após encaminhar o paciente para o hospital a ficha de atendimento é finalizada e guardada pelo bombeiro. Apesar dos bombeiros possuírem muitas fichas de atendimento não é fácil gerar um relatório para tentar descobrir, por exemplo, qual a rua de uma determinada cidade que ocorrem mais acidentes com moto ou qual a faixa etária de crianças que sofreram acidentes domésticos em determinado período do ano. Objetivo: O objetivo deste trabalho foi buscar um modelo de ficha de atendimento dos bombeiros da Associação Humanitária de Busca, Salvamento Aéreo e Resgate (AHBSAR) da cidade de Guaramirim-SC, discutir com estes bombeiros suas dificuldades no momento do preenchimento da ficha e desenvolver um modelo através da programação de um aplicativo. Método: Pesquisa descritiva de abordagem qualitativa realizada com os bombeiros da associação AHBSAR de Santa Catarina no ano de 2018. Para a coleta de dados foi realizada uma entrevista com perguntas sobre o atendimento de uma ocorrência desde seu início até seu encerramento, além do detalhamento de todos os campos da ficha de atendimento. Após a entrevista iniciou-se o desenvolvimento do modelo de aplicativo para simular o preenchimento da ficha de atendimento na tela de um dispositivo móvel.  Resultados: Após a finalização do protótipo da ficha de atendimento num dispositivo móvel, o comandante da associação AHBSAR foi convidado a assistir a apresentação do aplicativo e fornecer um feedback sobre o modelo. Todos os campos de preenchimento foram simulados em menus deslizantes e separados de acordo com a área de atendimento da ficha de ocorrência, além disso, a maioria dos campos a serem preenchidos foram desenvolvidos na forma de caixas de seleção para diminuir o tempo de preenchimento.  Conclusão: O atendimento de uma ocorrência realizado por um bombeiro deve ser ágil e rápido, para isso é preciso que os equipamentos estejam organizados e que a ficha de atendimento seja preenchida o mais rápido possível. O desenvolvimento de um aplicativo para substituir a ficha de atendimento de ocorrência na forma física facilitou o preenchimento e diminuiu o tempo para a entrega dos dados do paciente. O próximo passo será gerar um banco de dados com estas informações e apresentar diversos relatórios ao longo dos anos, podendo servir de apoio às outras áreas da saúde.

Biografia do Autor

Gustavo Rieper, IELUSC

Aluno do curso de Sistemas para Internet

Róger Fernando de Oliveira Carvalho, IELUSC

Aluno do curso de Sistemas para Internet

Thiago de Avila, IELUSC

Aluno do curso de Sistemas para Internet

Publicado
2019-06-26