Copinha de voleibol: uma experiência de extensão

  • Jelson Budal Schmidt Faculdade Ielusc
  • Anita Massena
Palavras-chave: Voleibol. Extensão. Jovens.

Resumo

No país do futebol há outra modalidade que desponta entre as mais praticadas nacionalmente: o Voleibol. Considerado um dos esportes mais praticados, este tem atraído cada vez mais adeptos e movimentado uma legião de fãs tanto no Brasil como no mundo. Como forma de popularizar ainda mais a modalidade é realizada na disciplina de Voleibol do curso de bacharelado e licenciatura em Educação Física da Faculdade Ielusc a Copinha de Vôlei. Este resumo visa apresentar relato sobre esta atividade e a experiência proporcionada pela mesma com base nas falas dos organizadores e jovens que participam desta atividade. O evento reúne jovens de 11 a 13 anos, de ambos os sexos, estudantes de escolas públicas e que preferencialmente não tenham praticado a modalidade sistematicamente, ou seja, não tenham treinado voleibol. Este torneio está em sua oitava edição, a ser realizada em junho de 2019. O evento acontece por meio de jogos em trios, utilizando quadra e altura da rede com tamanho menor do que o convencional. Para que esta ação seja concretizada pelos acadêmicos os preparativos e a busca por estes jovens se da na disciplina de voleibol, quando são orientados de como realizar esta atividade bem como do que esperar no dia da ação. Estes são separados por grupos que ficarão responsáveis por alguma parte do evento: abertura e locução, tabela e premiação, mesa com frutas entre outros. Aqueles que não farão parte dos grupos são responsáveis por trazer os trios para a Copinha. O evento ocorre em um sábado na parte da manhã e conta com o apoio da disciplina de Organização Desportiva e Marketing e Gestão. Os estudantes que não participam dos grupos citados são responsáveis por trazer os jovens. Chegado o dia do evento, a reação dos jovens ao colocar os pés na Faculdade Ielusc não se consegue mensurar devido a tamanha felicidade. Ficam encantados com as dependências e pela oportunidade de participar do evento. Ao chegar às dependências da Faculdade Ielusc é nítido o brilho no olhar dos jovens ao se deparar com a estrutura da faculdade. Relatos sobre como a estrutura é maravilhosa, como nunca tinham estado em local parecido com aquele são frequentes e mostram a importância de um evento como este, para além da prática de exercícios físicos, naturalmente. A mesa com frutas é uma das atividades que os jovens gostam muito, pois alguns não têm a possibilidade de saborear aquelas frutas em casa. Os participantes tem a possibilidade de vivenciar um evento completo, com direito a entrada com placa de identificação do grupo, abertura, hino nacional, aquecimento e tudo mais o que envolve uma competição, mesmo com o foco da Copinha voltado à prática desportiva. Para os acadêmicos fica a sensação de dever cumprido, mais do que isso. Fica o ensinamento da vivência com estes jovens e um recorte do que os espera profissionalmente. Desde a organização das atividades até os contratempos durante o evento e como lidar com estes.

Publicado
2019-06-26